TRIBUNAL: Julgados quatro homens apanhados quando começavam a falsificar notas e moedas

São quatro. E vão ser julgados em maio. Isto porque foram apanhados pela PJ com a «boca na botija» quando se preparavam para começar a fabricar notas de 500 euros e moedas de dois. Uma das casas usadas fica em Vila Verde.

Os quatro falsificadores vão ser julgados no Tribunal de Braga por crime de contrafação de moeda, na forma tentada-

A Polícia Judiciária (PJ) do Porto apreendeu, em junho de 2016, um arsenal de equipamentos de impressão e cunhagem, em casas usadas para o efeito em Ílhavo (Aveiro), Braga e Vila Verde.

Quando a PJ invadiu as «tipografias», apanhou uma nota de 500 euros que fora gravada como teste. E o mesmo sucedeu com duas moedas metálicas, imitando a de dois euros mas que ainda só estavam cunhadas de um dos lados.

Deteve, nesse dia, três dos quatro suspeitos e apreendeu uma máquina de impressão de última tecnologia (3D), uma prensa, uma guilhotina, metal para moedas e papel semelhante ao das notas de euro.

O Ministério Público acusa José Manuel Marques, de 29 anos, de Barcelos, artesão de profissão, Manuel de Araújo Fernandes, de 59 anos, de Barcelos, Paulo Francisco Pereira, de 51 anos – pai do José Manuel Marques - e Bruno Filipe Correia, de 60 anos (ambos de Braga) de se terem conluiado, desde 2014, para adquirirem equipamentos para contrafação de moeda “em grande quantidade”.

Diz que a iniciativa partiu de José Manuel Marques – com antecedentes deste tipo de crime, pois esteve detido em 2002 e é considerado o maior especialista em Portugal no fabrico de euros falsos – e de Manuel de Araújo Fernandes, tendo recrutado os outros dois, Paulo Pereira para comprar o equipamento, e Bruno Correia para a informática, já que é técnico do ramo.

Era a este elemento que competia a tarefa de elaborar os moldes para a construção e posterior impressão de notas de 500 euros.

O grupo explorava duas inovações: fabricava moedas com instrumentos expressamente construídos para o efeito e utilizava uma impressora 3D (três dimensões) na construção de moldes que permitiriam o fabrico das notas de 500 euros com elevado grau de perfeição.

Aquando das buscas, a Polícia concluiu que as «oficinas» tinham colchões na porta para abafar o som próprio das máquinas de impressão. E apreenderam uma placa de acrílico já preparada para gravar notas de 500, e 11 outras, para o mesmo fim.

Para além da contrafação, José Marques está, ainda, acusado de posse de arma proibida.

---
Luís Moreira (CP 8078)
ovilaverdense@gmail.com

    Jornal o VilaVerdense
14 de Fevereiro de 2018 / 14:02

Partilhar no Facebook  Partilhar no Facebook


-MÓS: Festa de Nossa Senhora da Encarnação no fim-de-semana

-SAÚDE: Morte de bebés atinge valor mais baixo de sempre em Portugal

-“A Revolta dos Ecopontos” pelo TIN.BRA na AE de Moure e Ribeira do Neiva

-VILA VERDE: Casa cheia para ouvir os “Acordes” do jazz de Eduardo Cardinho

-BRAGA: BE questiona Governo sobre acessibilidade para pessoas com deficiência na UMinho

-VILA VERDE: Associações passam a ter guia digital e mascote

-GNR: 24 detidos em flagrante delito na passada semana

-MOTOCROSS PICO 2018: Espectáculo das duas e quatro rodas enche pista de público e emoção

-SEMANA CULTURAL: Loureira a mexer com muitas actividades

-Mais de 70 pessoas participaram no Dia da Catequista de Vila Verde

-LOUREIRA CULTURAL: Teatro animou mais uma noite da Semana Cultural

-Forum Braga: nova “sala de estar” da cidade abriu as portas e “reinventou” antigo PEB

-ÚLTIMA HORA: Rixa no Alívio faz pelos menos três feridos

-VILA DE PRADO: GNR identificou homem de 70 anos por incêndio florestal

-“Concurso de Maios” em Freiriz já vai para a XII Edição

-Incêndio de Moure consumiu 21 hectares

-ÚLTIMA HORA: António Vilela não vai a julgamento no caso das multas de estacionamento

-VILA DE PRADO: Apresentação de livro de Jaime Ferreri adiada para 25 de Maio

-Forum Braga abre as portas este fim-de-semana para visitas guiadas gratuitas

-BRAGA: Concurso para obras no mercado municipal contestado judicialmente

-CRIME: Mulher detida por provocar incêndio em Fafe

-MOURE: Bombeiros combatem incêndio no Monte do Castelo

-VILA VERDE: Eduardo Cardinho actua esta noite na segunda edição de “Acordes” da Bullire

-ISAVE participa na Semana da Saúde da Secundária de Vila Verde

-REGIÃO: Associação Florestal do Cávado vai ter mais uma equipa em Barcelos

-LOUREIRA: Encontro de Concertinas garante animação em Dia da Liberdade

-DIA DA LIBERDADE: Vila Verde evoca valores de Abril

-CABANELAS: Grupo de peregrinos partiu rumo a Santiago de Compostela

-CRIME: Dono de bar de alterne de Vila Verde detido no Brasil por tentativa de homicídio

-VILA VERDE: Bombeiros promovem II Encontro de Fanfarras e benzem novas viaturas









Jornal O Vilaverdense