ALERTA: Tripulantes de cabine da TAP fazem greve antes do Carnaval

Os tripulantes de cabine da TAP vão fazer greve entre 9 e 11 de Fevereiro e planeiam paralisações parciais em Março, por estarem esgotadas "todas as possibilidades" para um consenso com Governo e TAP.

Segundo uma moção aprovada esta sexta-feira em assembleia-geral do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), a que a agência Lusa teve acesso, os protestos levam ainda em conta “os constantes atropelos ao AE [Acordo de Empresa] e a degradação das condições de trabalho dos tripulantes de cabine”.

Na reunião magna extraordinária ficou decidido que a direção do SNPVAC apresente de “imediato um pré-aviso de greve para os dias 9,10 e 11 de Fevereiro de 2018”, altura de Carnaval. A direção vai ainda “apresentar mensalmente um pré-aviso de greve até três dias, caso a TAP Air Portugal continue a manter a mesma postura intransigente e de má-fé”, referem.

GREVES EM MARÇO
Foram ainda aprovadas paralisações a iniciar no dia 28 de Março. Uma diz respeito a “todos os serviços de voo a realizar nos equipamentos A330-300 até ao integral cumprimento do Protocolo operação equipamentos A330-300”, que se relaciona com condições e horários de trabalho.

Outra paralisação será em “voos de médio curso, sempre que a hora de despertar (hora local) ou a apresentação, fora da base, se incluir no período crítico do ritmo circadiano (ciclo metabólico diário), e o tripulante efectuar um tempo máximo de período de serviço de voo superior a seis horas”.

A terceira greve, a partir de 28 de Março, diz respeito a “serviços de voo de longo curso, operados em equipamento NB e nos voos de médio curso equivalentes ("Block time" igual ou superior a 3h30 em qualquer dos percursos) em regime de ida e volta e que incluam no todo ou em parte o período crítico circadiano (2h00 - 6h00), que sejam planeados para além do 4.º dia de utilização após o último período de folga”.

Na moção lê-se que na base dos protestos está o “tratamento discriminatório que o Governo impõe aos tripulantes de cabine” da TAP, por desrespeito do compromisso de não denúncia do acordo de empresa e porque a companhia aérea nacional “perpetua uma postura de má-fé ao continuar a incumprir o “protocolo operação equipamentos”, que diz respeito a condições de trabalho.

A TAP é ainda alvo de críticas porque “não cumpre a lei relativamente aos direitos da parentalidade”, “não reconhece os acidentes de trabalho que afectam os tripulantes de cabine” e por a gestão executiva “fazer valer as suas intenções de destruir os direitos e garantias existentes”.

A assembleia-geral repudiou ainda as afirmações do ainda presidente executivo da empresa, Fernando Pinto, sobre o AE ser “abusivo e desajustado face à realidade” e recordou que a TAP propôs “um insultuoso 1% de aumento” salarial.

“Qualquer tripulante que seja hoje contratado para a TAP aufere apenas mais 13 euros do que o salário mínimo nacional estipulado para 2018”, lê-se na moção.

---
Redacção / FG (CP 1200) - Fonte: TSF
ovilaverdense@gmail.com

    Jornal o VilaVerdense
20 de Janeiro de 2018 / 16:21

Partilhar no Facebook  Partilhar no Facebook


Outras notícias

-Dois detidos em Vila Verde sob custódia no Hospital de Braga com GNR também feridos /ACTUALIZAÇÃO

-ÚLTIMA HORA: Desacatos no interior do posto da GNR fazem um ferido - EM ACTUALIZAÇÃO

-BRAGA: Joaquim Barreto apresenta candidatura a Presidente da Federação Distrital de Braga do PS no próximo dia 23 de Fevereiro

-Vilaverdense Álvaro Oliveira lidera petição por inclusão de medicamento contra o Parkinson

-BRAGA: Testes de álcool já em vigor nas empresas municipais AGERE e TUB

-LAGE: Maciel Cardeira pintou mural para a Casa Mortuária

-MÊS DO ROMANCE: Aliança Artesanal foi o “Ponto de Encontro” do Workshop de Bordado

-GNR: Comando Territorial de Braga deteve 24 pessoas na última semana

-DESPORTO: Clube Náutico de Prado promove gala de mérito no sábado

-GNR inicia hoje Operação Residência Segura

-MÊS DO ROMANCE: Vila Verde com fim-de-semana cheio de aprendizagem…Workshops e oficina Arquimedes

-ÚLTIMA HORA: Incêdio destrói sótão de habitação em Moure (Vila Verde)

-CARREIRAS S. MIGUEL (Vila Verde): Tarde de Carnaval com muitos mascarados, muita cor, muito brilho e muita gente

-“School in Love”, da Secundária de Vila Verde, voltou a dar brilho ao Mês do Romance

-Câmara anuncia reforço do abastecimento público de água na União de Freguesias de Carreiras S. Miguel e Carreiras S. Tiago

-GNR deteve 48 pessoas em flagrante nas últimas doze horas

-VALE DO HOMEM: AEVH assina protocolo de cooperação com o Portugal Club Europe (Estrasburgo-Alsácia)

-“Velhas Máquinas” integram Desfile do Amor promovido pela Associação de Clássicos Rolantes em Antigos de Vila Verde

-FUTEBOL (CPP): Vilaverdense FC quer vencer Mirandela para continuar ligado

-FREIRIZ: Incêndio em habitação provoca apenas estragos...apesar do alarme

-MÊS DO ROMANCE: Academia de Música brilhou em noite de Concerto de Gala

-Vale do Homem unido em torno do novo líder do PSD (Rui Rio) / Afinal…Rui Silva não figura entre os principais nomes dos órgãos nacionais

-Amélia Gomes celebra hoje 100 anos

-MÊS DO ROMANCE: Orlando Ventura apresentou nova linha “Amor Envolvente”

-DESTAQUE: Câmara de Braga reconhece 46 lojas como de interesse histórico, cultural ou social

-GNR: 24 detenções na última noite

-PSD: Rui Rio integra militantes de Braga nos órgãos nacionais; Vilaverdense Rui Silva é hipótese

-MÊS DO ROMANCE: Chá de tília e Pão-de-ló “água na boca” apresentados no Palácio da Brejoeira (Monção)

-LANHAS: Bispo de Braga em visita pastoral à paróquia

-BRAGA: Câmara introduz novas regras de acesso automóvel no centro histórico









Jornal O Vilaverdense