LOUREIRA: Apelo de filha de Francisco Gomes lança onda de solidariedade a exigir obras na EN 101

O apelo da filha de Francisco Gomes, vítima de um atropelamento mortal na semana passada, na EN 101, na Loureira, deu início a uma onda de solidariedade e de revolta para com a falta de obras naquele troço.

No “Facebook”, Luísa Gomes apelou a uma pronta intervenção da Infraestruturas de Portugal, no sentido de reforçar a segurança naquele local, quer para os automobilistas, quer para os peões.

Comprovando com imagens, explicou que a passagem para peões está ao nível da estrada e que não se distingue um passeio tradicional, «não existindo qualquer tipo de sinalização, seja de proibição de estacionar, ou a regular qualquer tipo de estacionamento».

A mensagem rapidamente foi partilhada por vários internautas, que fizeram questão de denunciar o caso à Infraestruturas de Portugal.


JUNTA EXPRESSOU REVOLTA

Esta terça-feira, a Junta de Freguesia da Loureira emitiu um comunicado em que dá conta de uma «revolta profunda» e da «impotência» da população por não ver resolvido o problema rodoviário da EN 101, uma «zona evidente de risco para a vida das pessoas».

«O risco de morte é evidente e reconhecido por todas as entidades com responsabilidades na matéria, nomeadamente a Infraestruturas de Portugal, mas isso não é suficiente para alterar ou corrigir a situação de insegurança rodoviária, nomeadamente no fatidicamente conhecido “cruzamento da Loureira” e zona envolvente, de bermas e passadeiras degradadas», refere.

À Lusa, a Infraestruturas de Portugal disse que a construção da rotunda foi posta em concurso em finais de Julho e que adjudicação da empreitada deverá ocorrer no primeiro trimestre deste ano, com um prazo de execução de três meses.


MENSAGEM NA ÍNTEGRA

“Poderia escrever um texto com palavras elaboradas e cheio de formalidades, mas não o vou fazer. Vou expor a outro Ser Humano como eu, como a minha vida mudou de um segundo para o outro e como isso poderia ter sido mudado de uma forma tão simples.

O meu nome é Luísa, resido no distrito de Braga, concelho de Vila Verde. Avenida 1º de maio Loureira.

O meu pai, Francisco Gomes, foi vítima de um duplo atropelamento mortal à porta de casa na passada terça feira, como noticiado em vários meios de comunicação.

Como podem constatar com as imagens em anexo (tenho dezenas diferentes, mas não achei relevante), ao lado da nossa casa existe uma passagem para peões, ampla, larga, segura como não acontece noutros locais da N101, no entanto, está também ao nível da estrada, não se distinguindo um passeio tradicional, não existindo qualquer tipo de sinalização, seja de proibição de estacionar, ou a regular qualquer tipo de estacionamento (responsabilidade da EP, no dia do acidente, ontem, hoje e amanhã!).

Existe também, uma pastelaria denominada Pastelaria xxx Consequentemente, diariamente desde o amanhecer até à hora do fecho, todos os dias da semana, essa mesma passagem fica COMPLETAMENTE obstruída pelos carros que estacionam em espinha para irem ao supracitado estabelecimento.

Qualquer peão inclusive, pessoas com mobilidade reduzida, crianças com carrinhos terão de deslocar-se pela estrada para poderem transitar. Paralelamente, as carrinhas do próprio estabelecimento estacionam em segunda fila dentro da faixa de rodagem para fazerem as descargas diárias dos produtos para venda (como comprova a fotografia em anexo).

Não é uma situação recente, é uma situação que já se prolonga desde há vários anos, é uma situação denunciada imensas vezes pela junta de freguesia e não só! (temos em posse toda essa documentação).

Qual é a resposta nestes anos todos??? Qual é a resposta agora?? “Estamos a analisar essa situação”.

Pois é, enquanto alguém pausadamente tomava o seu café sentado na secretária a “analisar” esta situação há vários anos, o meu pai morreu! Não foi o pai de quem está a analisar calmamente ao ritmo do café, foi o meu!

Têm sido feitas várias queixas para Estradas de Portugal nestes últimos dias, queixas gravadas telefonicamente como podem comprovar. Se alguém já se deslocou ao local?? Claro que não!! Mais um café, mais uma análise.

Se alguém simplesmente chegou ao local e colocou uma mera sinalização de proibido estacionar? Não!

Também não. Isso demoraria demasiado tempo! A própria policia, também eles revoltados pelo descrito, tem ido diariamente multar os maus estacionamentos, mas como dizem, é uma luta inglória e a punir o povo, que de todos, é quem tem menos responsabilidade no sucedido! Como diz o velho ditado e um dos Guardas referiu, é “chover no molhado”.

Mas a minha não será, irei lutar até ao fim para mais nenhuma família sofra o que estamos a sofrer por negligência superior, por inércia geral de quem pode mas não resolve, por quem ignora os telefonemas e nunca pode atender!

Estou a lutar em todas as direções, são milhares as pessoas revoltadas, como podem ver aqui.

Provavelmente, a resposta que irei receber vai ser a mesma de sempre, alguém por detrás de uma secretaria que me vai dizer “a situação vai ser analisada”, ou que certamente pedirá a alguém para me responder, alguém que depois tirará o fato e a gravata e vai para junto da família. A minha ficou incompleta, perdi o meu pai que nestes anos todos, dizia repetidamente “qualquer dia vai haver aqui uma tragédia”.. o meu pai já não me vai buscar o pão todos os dias de manhã como o ia fazer quando lhe roubaram a vida, mas eu irei fazer justiça por ele!

Deixo o meu contacto telefónico espero que alguém faça qualquer coisa o mais rapidamente possível!

Cumprimentos de alguém triste e revoltado,
Ana Luísa”

---
Redacção
ovilaverdense@gmail.com

    Jornal o VilaVerdense
17 de Janeiro de 2018 / 17:10

Partilhar no Facebook  Partilhar no Facebook


Outras notícias

-Dois detidos em Vila Verde sob custódia no Hospital de Braga com GNR também feridos /ACTUALIZAÇÃO

-ÚLTIMA HORA: Desacatos no interior do posto da GNR fazem um ferido - EM ACTUALIZAÇÃO

-BRAGA: Joaquim Barreto apresenta candidatura a Presidente da Federação Distrital de Braga do PS no próximo dia 23 de Fevereiro

-Vilaverdense Álvaro Oliveira lidera petição por inclusão de medicamento contra o Parkinson

-BRAGA: Testes de álcool já em vigor nas empresas municipais AGERE e TUB

-LAGE: Maciel Cardeira pintou mural para a Casa Mortuária

-MÊS DO ROMANCE: Aliança Artesanal foi o “Ponto de Encontro” do Workshop de Bordado

-GNR: Comando Territorial de Braga deteve 24 pessoas na última semana

-DESPORTO: Clube Náutico de Prado promove gala de mérito no sábado

-GNR inicia hoje Operação Residência Segura

-MÊS DO ROMANCE: Vila Verde com fim-de-semana cheio de aprendizagem…Workshops e oficina Arquimedes

-ÚLTIMA HORA: Incêdio destrói sótão de habitação em Moure (Vila Verde)

-CARREIRAS S. MIGUEL (Vila Verde): Tarde de Carnaval com muitos mascarados, muita cor, muito brilho e muita gente

-“School in Love”, da Secundária de Vila Verde, voltou a dar brilho ao Mês do Romance

-Câmara anuncia reforço do abastecimento público de água na União de Freguesias de Carreiras S. Miguel e Carreiras S. Tiago

-GNR deteve 48 pessoas em flagrante nas últimas doze horas

-VALE DO HOMEM: AEVH assina protocolo de cooperação com o Portugal Club Europe (Estrasburgo-Alsácia)

-“Velhas Máquinas” integram Desfile do Amor promovido pela Associação de Clássicos Rolantes em Antigos de Vila Verde

-FUTEBOL (CPP): Vilaverdense FC quer vencer Mirandela para continuar ligado

-FREIRIZ: Incêndio em habitação provoca apenas estragos...apesar do alarme

-MÊS DO ROMANCE: Academia de Música brilhou em noite de Concerto de Gala

-Vale do Homem unido em torno do novo líder do PSD (Rui Rio) / Afinal…Rui Silva não figura entre os principais nomes dos órgãos nacionais

-Amélia Gomes celebra hoje 100 anos

-MÊS DO ROMANCE: Orlando Ventura apresentou nova linha “Amor Envolvente”

-DESTAQUE: Câmara de Braga reconhece 46 lojas como de interesse histórico, cultural ou social

-GNR: 24 detenções na última noite

-PSD: Rui Rio integra militantes de Braga nos órgãos nacionais; Vilaverdense Rui Silva é hipótese

-MÊS DO ROMANCE: Chá de tília e Pão-de-ló “água na boca” apresentados no Palácio da Brejoeira (Monção)

-LANHAS: Bispo de Braga em visita pastoral à paróquia

-BRAGA: Câmara introduz novas regras de acesso automóvel no centro histórico









Jornal O Vilaverdense