12º Boletim Cultural de Vila Verde foi apresentado esta noite no Salão Nobre dos Paços do Concelho

O Salão Nobre dos Paços do Concelho recebeu esta noite a apresentação da 12ª edição do Boletim Cultural de Vila Verde, uma obra que reúne vários artigos acerca da História e da Herança Cultural do Concelho.

A sessão contou com a presença de Aurélio de Oliveira, coordenador da obra, João Lobo, encarregue da apresentação da mesma, António Vilela, Presidente da Câmara Municipal e Júlia Fernandes, Vereadora da Cultura. Nota ainda para a participação dos alunos da Academia de Música de Vila Verde, que iniciaram a apresentação com um breve momento musical.

O coordenador da obra, Aurélio de Oliveira, deu inicio à sessão com um «forte agradecimento a todos os colaboradores do projecto», deixando um «agradecimento especial» para João Lobo e os jovens da Academia de Música.

No decorrer da apresentação, João Lobo realçou que o boletim «é de uma elevadíssima riqueza cultural», aditando que ajuda a «tomar um maior e melhor conhecimento daquilo que pertence e se conhece do Concelho».

João Lobo ressalvou ainda que este serve como uma «afirmação do Concelho de Vila Verde na cultura Portuguesa», pois assenta em «registos fieis e precisos».

No término do serão, o Presidente da Câmara Municipal, António Vilela, agradeceu «a todos os autores que participaram na obra, pelo trabalho que fizeram em nome de Vila Verde e da história da sua gente».

O Edil apontou também que esta obra servirá como «referência para as gerações que virão, pois representa uma vertente histórica, cultural e científica do Concelho através de uma viagem longa pelo passado».

Para a despedida, foi servido aos presentes um "verde de honra" para assinalar o momento.

---
Redacção/Pedro Nuno Sousa
ovilaverdense@gmail.com