CASO: Jovem adepto vilaverdense apanhado com tocha em Alvalade aguarda decisão judicial

O jovem adepto vilaverdense apanhado com uma tocha no Estádio de Alvalade, ontem a anteceder o jogo com a equipa de Vila Verde, afinal não foi hoje julgado em processo sumário, devido ao requerimento, nesse sentido, do advogado da sua família, João Silva.


Segundo a PSP, o rapaz, de 17 anos, estudante, natural e residente em Vila Verde, tinha a tocha na mão, daí ter considerado tratar-se de um caso de flagrante delito, pelo que iria ser julgado em processo sumário, esta manhã de quinta-feira, pelo Tribunal de Lisboa, o que se deve ao facto de tal artefacto em recintos desportivos ser equiparado a uma arma.

O advogado vilaverdense João Silva, contactado de imediato pela família do jovem, não só requereu um prazo de duas semanas para preparar devidamente a defesa, o que levou, desde logo, a que o menor vilaverdense viesse novamente de camioneta para Vila Verde ontem, no final do jogo, tendo pernoitado em sua casa sem quaisquer outros transtornos.

Numa segunda fase, o advogado João Silva pediu ao Ministério Público de Lisboa que a magistrada decrete a suspensão provisória do processo, isto é, espécie de pena suspensa, sem que haja sequer julgamento, de modo a não estigmatizar o jovem, que para além de bom aluno, não tem nenhum antecedente judicial, o que levou o advogado a afirmar que «aguardo com confiança e serenidade uma decisão que vá ao encontro do que solicitei.

---
Redacção
ovilaverdense@gmail.com

    Jornal o VilaVerdense
14 de Dezembro de 2017 / 21:03

Partilhar no Facebook  Partilhar no Facebook


Outras notícias

-REGIÃO (Inovação): Bright Pixel integra Programa de Aceleração da Startup da Braga

-VILA DE PRADO: Noite de Provas antecipou “Feira dos Vinte”

-ÚLTIMA HORA (POLÍTICA -Vila Verde): 76 militantes confirmaram recondução de José Morais na presidência do PS

-DGS deixa recomendações por causa do arrefecimento nocturno

-MÊS DO ROMANCE: Inscrições abertas para o Casting de Jovens Modelos

-VILA VERDE: Câmara cria regulamento para ajudar famílias carenciadas a suportar rendas de habitação

-GNR: 319 indivíduos detidos em flagrante delito na última semana

-Estudo pioneiro sobre "tablets" junta universidades do Minho e de Harvard e a multinacional Microsoft

-Projecto MOVBIO apresentado e a decorrer na Câmara Municipal

-VILA VERDE: Novo logótipo do Município inspirado nos Lenços dos Namorados

-VILA VERDE: Alexandre Mendes fala sobre empreendedorismo este sábado, na Biblioteca Municipal

-Ministério do Ambiente vai dragar a foz do rio Cávado em Esposende

-LOUREIRA: Novo acidente com três carros junto a pastelaria

-ÚLTIMA HORA: Infraestruturas de Portugal já adjudicou construção de rotunda na Loureira / Câmara queria intervenção mais abrangente

-“Noite de Reis - Cantares do Ciclo Natalício” sábado no Centro de Artes e Cultura

-União de Freguesias de Pico de Regalados, Gondiães e Mós com novos Brasão, bandeira e selo

-“A Luz do Novo Ano” este sábado na Biblioteca Municipal

-Município de Vila Verde acolhe amanhã Workshop do Projecto MOVBIO

-Missa de Acção de Graças do 1º aniversário da fundação do Grupo Folclórico União de Tradições

-MARRANCOS: Festas em honra de São Brás 2018 nos dias 2, 3 e 4 de Fevereiro

-Filomena Costa madrinha do 1º Trail Solidário dos Bombeiros de Braga

-Planetário – Casa de Ciência de Braga e Hospital assinam Protocolo

-LOUREIRA: Apelo de filha de Francisco Gomes lança onda de solidariedade a exigir obras na EN 101

-BARCELOS: Falhou acordo entre Câmara e 19 moradores de loteamento construído por empresa de Vila Verde

-Estaleiros municipais de Braga com melhores condições de conforto e segurança

-Dormidas no Norte batem recorde em Novembro e superam média nacional

-SAÚDE: Hospital da Misericórdia com novo laser de alta intensidade e ondas de choque

-InvestBraga debate projectos em Conselho Estratégico

-”Fórum Vocacional” preencheu a manhã da Escola Secundária de Vila Verde

-MÊS DO ROMANCE: Mais de 100 iniciativas em 38 dias dedicados ao amor









Jornal O Vilaverdense