PS considera que «apoio financeiro aos clubes e colectividades desportivas de Vila Verde é tardio e pouco abrangente»

A proposta para comparticipação da actividade desportiva dos clubes e colectividades concelhias discutida na reunião camarária extraordinária mereceu críticas por parte do Partido Socialista de Vila Verde, pelo facto de se apresentar de forma «tardia».

O PS entende que «merecem uma maior valorização todos os clubes concelhios que apostem vincadamente no desporto de formação, nas camadas jovens e que potenciem outras modalidades desportivas para além do futebol».

Não esquecendo as outras modalidades desportivas alternativas, o Partido Socialista aponta que «o Município deveria criar regras de apoio claras, justas e transparentes, além de promover condições para treino e prática desportiva, sem esquecer o apoio em deslocações nacionais e internacionais».

PROPOSTA EM DISCUSSÃO

No caso da proposta em discussão, em Dezembro de 2017, o Partido Socialista não quis deixar indiferente que «os clubes e colectividades abrangidos já tiveram que arcar com pesadas despesas, nomeadamente com valores de inscrições de desportistas, representativos de uma grande parte da despesa da sua actividade, pelo menos desde Setembro».

Os socialistas vão mais longe pois, «se o Município de Vila Verde se quer apresentar como parceiro destas instituições deve acompanhar as suas necessidades e atempadamente proceder à ajuda quando os clubes e colectividades mais precisam, ou seja, no início da época desportiva. Sabemos que muitos clubes estão com sérias dificuldades financeiras porque a comparticipação camarária ainda não foi paga vários meses depois do início da época».

Quanto à proposta apresentada pelo pelo vereador do ambiente, desporto e actividades económicas, o PS crêem que esta «surge desgarrada de uma estratégia global que deveria assentar em princípios de equidade, o que não acontece, já que ao longo do ano há clubes que são apoiados nas suas actividades e outros não», acrescentando que, «se este ano se vão atribuir 25.000 euros aos clubes, fica-se sem entender quem vai receber e quem não vai receber este apoio municipal, e quais os motivos para atribuir este ano a verba a uns e não atribuir a outros».

Para terminar, os Socialistas julgam que «esta é uma proposta pouco abrangente, descontextualizada e onde não fica perceptível a dimensão dos apoios concedidos, que sendo importantes, poderiam e deveriam, em muitos casos, ser até de valor superior».

Contudo, os vereadores do Partido Socialista votaram favoravelmente este ponto da ordem de trabalhos, mas «consideram a matéria proposta pouco ambiciosa e descabida de estratégia de promoção a todas as actividades desportivas federadas».

---
Redacção
ovilaverdense@gmail.com

    Jornal o VilaVerdense
12 de Dezembro de 2017 / 21:51

Partilhar no Facebook  Partilhar no Facebook


Outras notícias

-REGIÃO (Inovação): Bright Pixel integra Programa de Aceleração da Startup da Braga

-VILA DE PRADO: Noite de Provas antecipou “Feira dos Vinte”

-ÚLTIMA HORA (POLÍTICA -Vila Verde): 76 militantes confirmaram recondução de José Morais na presidência do PS

-DGS deixa recomendações por causa do arrefecimento nocturno

-MÊS DO ROMANCE: Inscrições abertas para o Casting de Jovens Modelos

-VILA VERDE: Câmara cria regulamento para ajudar famílias carenciadas a suportar rendas de habitação

-GNR: 319 indivíduos detidos em flagrante delito na última semana

-Estudo pioneiro sobre "tablets" junta universidades do Minho e de Harvard e a multinacional Microsoft

-Projecto MOVBIO apresentado e a decorrer na Câmara Municipal

-VILA VERDE: Novo logótipo do Município inspirado nos Lenços dos Namorados

-VILA VERDE: Alexandre Mendes fala sobre empreendedorismo este sábado, na Biblioteca Municipal

-Ministério do Ambiente vai dragar a foz do rio Cávado em Esposende

-LOUREIRA: Novo acidente com três carros junto a pastelaria

-ÚLTIMA HORA: Infraestruturas de Portugal já adjudicou construção de rotunda na Loureira / Câmara queria intervenção mais abrangente

-“Noite de Reis - Cantares do Ciclo Natalício” sábado no Centro de Artes e Cultura

-União de Freguesias de Pico de Regalados, Gondiães e Mós com novos Brasão, bandeira e selo

-“A Luz do Novo Ano” este sábado na Biblioteca Municipal

-Município de Vila Verde acolhe amanhã Workshop do Projecto MOVBIO

-Missa de Acção de Graças do 1º aniversário da fundação do Grupo Folclórico União de Tradições

-MARRANCOS: Festas em honra de São Brás 2018 nos dias 2, 3 e 4 de Fevereiro

-Filomena Costa madrinha do 1º Trail Solidário dos Bombeiros de Braga

-Planetário – Casa de Ciência de Braga e Hospital assinam Protocolo

-LOUREIRA: Apelo de filha de Francisco Gomes lança onda de solidariedade a exigir obras na EN 101

-BARCELOS: Falhou acordo entre Câmara e 19 moradores de loteamento construído por empresa de Vila Verde

-Estaleiros municipais de Braga com melhores condições de conforto e segurança

-Dormidas no Norte batem recorde em Novembro e superam média nacional

-SAÚDE: Hospital da Misericórdia com novo laser de alta intensidade e ondas de choque

-InvestBraga debate projectos em Conselho Estratégico

-”Fórum Vocacional” preencheu a manhã da Escola Secundária de Vila Verde

-MÊS DO ROMANCE: Mais de 100 iniciativas em 38 dias dedicados ao amor









Jornal O Vilaverdense