ÚLTIMA HORA – “Puto” de Oriz e “Re” de Barbudo condenados na rede de “Batman"

Os dois jovens de Vila Verde acusados na rede do “Batman”, por crimes de tráfico de menor gravidade, foram esta tarde condenados a penas suspensas.
Renato Miguel Braga Leite (“Re”), de Barbudo, apanhou dois anos e três meses, enquanto André Diogo Meneses Gomes (“Puto”), de Oriz Santa Marinha, teve a pena dois anos.


André “Puto” terá de prestar 480 horas a favor da comunidade, a fim da sua pena ser de facto suspensa e Renato “Re” ficará sujeito ao regime de prova.

Na base do julgamento está uma das maiores operações de sempre da GNR de Braga e que incidiu inclusivamente na cidade de Braga, como os Bairros do Monte Picoto e de Nogueira da Silva, frente ao Estádio 1º de Maio.

Para dois irmãos Rocha, de Ferreiros, Amares, foram aplicadas condenações pelo Tribunal de Braga, na rede de “Batman”, por crimes de tráfico de droga, mas ambos com a pena suspensa, mediante condições que aceitaram imediatamente na sala de audiências.

Os irmãos, Daniel Ferreira da Rocha e Nuno Ferreira da Rocha, com 24 e 21 anos de idade, respectivamente, tiveram o primeiro a pena de dois anos e meio e o segundo uma penalização de um ano e meio, ambos por crime de tráfico de droga de menor gravidade e com destinos diferentes, conforme decidiu hoje a juíza-presidente, Marlene Rodrigues.

Para a execução das suas penas de prisão, o Tribunal Colectivo de Braga determinou ao o mais velho, Daniel Ferreira da Rocha, regime de prova e tratamento ao seu problema de toxicodependência, enquanto o mais novo prestará 380 horas trabalho à comunidade.
Entretanto, o Tribunal Criminal de Braga aplicou a condenação de oito anos de prisão a Emanuel Alexandre Dias da Silva (“Shima”), da freguesia de Bonfim, na cidade do Porto, que abasteceria o casal de namorados Nuno Miguel Ferreira Costeira (“Batman”) e Sara Inês Santos Oliveira, residentes em Cristelo, Barcelos.
no caso da rede de tráfico de droga de Nuno Costeira (“Batman”), no total de quatro condenações a prisão efetiva entre os 23 arguidos ontem sentenciados.

A juíza-presidente, Marlene Rodrigues, destacou que se “Shima” não tivesse confessado o seu envolvimento no grupo, teria uma pena nunca inferior a dez anos e meio, “dada a imensa panóplia de prova”, já após ter sido condenado pelo Tribunal de São João Novo.
Nuno Costeira (“Batman”), teve seis anos de prisão efectiva, enquanto a sua namorada Sara Inês apanhou quatro anos e oito meses de pena suspensa, tendo sido logo libertada, já não tendo assim regressado à Cadeia de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos.

José Gomes Pereira (“Zé Francês”), de Rendufinho, Póvoa de Lanhoso, este o único a aguardar o recurso em liberdade provisória, apesar de ter uma condenação de três anos de prisão efectiva, porque aguarda o recurso para o Tribunal da Relação de Guimarães.
Vítor Barreto Pereira Dias Barreto, natural de Barroselas e residente em Valença, teve uma pena de prisão efectiva de seis anos e meio.

---
Redacção / JG (CP 2015)
Ovilaverdense@gmail.com

    Jornal o VilaVerdense
20 de Abril de 2017 / 20:12

Partilhar no Facebook  Partilhar no Facebook


Outras notícias

-CIM Cávado apresenta plano inovador de combate ao insucesso escolar em Braga esta quarta-feira

-POLÉMICA: Grupo denuncia “intromissões” da Câmara e “aliados” do PSD na escolha de João Graça como director da Secundária de Vila Verde - ESCLARECIMENTO

-Adere-Minho certifica Junça da Beselga de Penedono

-VALE DO HOMEM: Lar das termas abriu com uma taxa de ocupação de 80%

-CASO DE POLÍCIA: Apanhada a sair do Braga Parque com mais de 160€ em roupa

-CULTURA: Biblioteca Pública de Braga evoca António Feijó

-RIBEIRA DO NEIVA: Torneio de Futebol 5 nocturno arranca no dia 17 de Julho

-ACTIVIDADE GNR: Detidas 213 pessoas em flagrante no último fim-de-semana

-ACIDENTE MORTAL EM BRAGA: Funeral de jovem vítima de despiste realiza-se hoje

-DUAS IGREJAS: Procissão honrou Santo António e São Sebastião

-COUCIEIRO (Vila Verde): Fiéis honraram S. João Batista em procissão com forte devoção cristã

-CABANELAS: Rancho comemorou 36º aniversário

-VILA VERDE: Grupo “Recordar é Viver” há 42 anos a celebrar a amizade que interliga várias gerações

-VILA VERDE: Grupo “Recordar é Viver” promove 42º convívio e projecta acções solidárias

-DESTAQUE (Carreiras S. Miguel): Lara Machado brilha na final do mundial do Dance World Cup (Offenburg / Alemanha)

-DESTAQUE: Estudante africano afogado no Rio Cávado em Adaúfe

-LOUREIRA: Zona de lazer da Ponte Nova oferece agora «melhores condições» aos veraneantes

-ABOIM (Vila Verde): Álvaro Rocha preside à maior conferência de TI em Espanhol e Português

-CASO DE POLÍCIA (Barcelos): GNR deteve homem na posse de 68 doses de haxixe e que estava a conduzir automóvel sem ter carta

-ACTIVIDADE GNR: Detidos 47 condutores por condução sob o efeito do álcool e apreendidas 2042 doses de haxixe nas últimas 12 horas

-DIREITO DE RESPOSTA: “Suspeitas de extorsão levam a pugilato na empresa Arlindo Correia & Filhos, SA”

-Processo "Ajuste Directo" levou PJ a buscas na Câmara de Vila Verde

-DESPISTE MORTAL DE BRAGA: Menina transferida para o Hospital de Coimbra

-Sé de Braga evoca nascimento de São João Baptista

-COUCIEIRO: Junta promove segunda edição do concurso de Fontes de São João

-GUIMARÃES: Cidade-Berço volta a vestir-se de branco a 8 de Julho

-União das Freguesias do Vade leva 600 a Fátima e anima a Eucaristia das 11h00

-JSD promove torneio de futebol 24 horas em Sande e Vilarinho

-ÚLTIMA HORA: Violento acidente mata condutor e fere a filha de quatro anos em Braga

-SÃO JOÃO DE BRAGA: PSP recomenda cautela com os carteiristas









Jornal O Vilaverdense