PS lamenta que os seus representantes não tenham sido convidados para o compasso pascal na Câmara

Os vereadores do PS criticaram esta terça-feira, em reunião de Câmara, o autarca António Vilela por não terem sido convidados, tal como aconteceu com os deputados municipais socialistas, para o compasso pascal, que no passado domingo passou pelos Paços do Concelho.

«O presidente da Câmara não informou nem tão pouco convidou os vereadores, nem os deputados municipais do Partido Socialista para estarem presentes. Podia tê-lo feito, com um simples e-mail, com um SMS ou com um telefonema, mas não o fez, sendo este comportamento reiterado e de lamentar profundamente», frisam.

Para os socialistas, António Vilela «transformou uma cerimónia bonita num acto de baixa política, em que participaram os seus correlegionários políticos, conforme se pode constatar pelas fotografias».

«Este comportamento habitual do Presidente da Câmara é demonstrativo da sua visão do serviço público. É típico de quem confunde as funções públicas para que foi eleito e o cargo passageiro que ocupa, com uma espécie de “coutada privada” para amigos da mesma cor política», destacam.

Os vereadores do PS dizem, por isso, que se comprometem, a, no próximo ano, abrir a porta da autarquia ao compasso pascal, convidando para tão digna cerimónia todos os representantes da autarquia, assim como todos os vilaverdenses que se desejem associar».

«Sinceramente acreditamos que Câmara é de todos e para todos. Pedimos desculpa aos mordomos do compasso pascal apresentando-lhes os mais respeitosos cumprimentos na certeza de que compreenderão agora os motivos da nossa ausência», vincam.


VILELA DIZ QUE A CÂMARA ESTEVE ABERTA A TODOS OS VILAVERDENSES

Ao jornal “O Vilaverdense”, o presidente da Câmara, António Vilela, assegura que as portas dos Paços do Concelho de Vila Verde «estiveram abertas a todos os vilaverdenses, tal como tem acontecido nos anos anteriores».

«É com todo o gosto que recebemos as pessoas que queiram participar no compasso pascal. Se os vereadores do PS não participaram foi porque não tiveram intenção de o fazer», frisa.

Questionado sobre se foram enviados convites formais, o autarca disse desconhecer.

«Estive fora nos últimos dias, mas penso que não terão sido enviados convites. Terá apenas sido transmitida essa informação», vinca.

---
Redacção
ovilaverdense@gmail.com

    Jornal o VilaVerdense
18 de Abril de 2017 / 10:55

Partilhar no Facebook  Partilhar no Facebook


Outras notícias

-MÊS DO ROMANCE: Academia de Música brilhou em noite de Concerto de Gala

-Vale do Homem unido em torno do novo líder do PSD (Rui Rio) / Afinal…Rui Silva não figura entre os principais nomes dos órgãos nacionais

-Amélia Gomes celebra hoje 100 anos

-MÊS DO ROMANCE: Orlando Ventura apresentou nova linha “Amor Envolvente”

-DESTAQUE: Câmara de Braga reconhece 46 lojas como de interesse histórico, cultural ou social

-GNR: 24 detenções na última noite

-PSD: Rui Rio integra militantes de Braga nos órgãos nacionais; Vilaverdense Rui Silva é hipótese

-MÊS DO ROMANCE: Chá de tília e Pão-de-ló “água na boca” apresentados no Palácio da Brejoeira (Monção)

-LANHAS: Bispo de Braga em visita pastoral à paróquia

-BRAGA: Câmara introduz novas regras de acesso automóvel no centro histórico

-CRIME: Homem detido em Vila Verde por violência doméstica

-BRAGA: Campeões da Europa de futsal recebidos no Theatro Circo na segunda-feira

-GNR deteve 406 pessoas em flagrante delito ao longo da semana

-ESQUEIROS: Bispo Auxiliar de Braga visitou Jardim-de-Infância e EB1

-MÊS DO ROMANCE: “Já Namoras 2018” - Utensílios únicos na linha do Amor

-VILA VERDE: Bombeiros têm novo veículo de combate a incêndios

-Ministro Manuel Heitor assinala na UMinho nova fase do Programa MIT Portugal

-DESPORTO: Tribunal iliba polícias acusados de agredir e cegar adepto em Guimarães

-Farmácias de Braga e Barcelos aderem à Jornada de Recolha de Medicamentos deste sábado

-VILA VERDE: Oficina Arquimedes “Amor com Cheiro” no sábado

-INCÊNDIOS RURAIS: Acções de sensibilização para limpeza de terrenos arrancam hoje

-CRIME: 34 imigrantes ilegais trabalhavam em empresas de Famalicão e da Trofa

-Novas regras para limpeza das matas entram em vigor com aumento da distância entre pinheiros e eucaliptos

-ATÃES: Alunos do Jardim-de-Infância criaram “Hino dos Heróis da Fruta”

-VILA DE PRADO: População alarmada com queda de azulejos de prédio

-BRAGA: Imobiliárias pedem oito milhões à Câmara no caso do nó de Ínfias

-MÊS DO ROMANCE: “S. Valentin Breakfast Day” e “Aromas com Amor” duas iniciativas em conjunto com os alunos da EPATV

-CERVÃES: EB1 de Sobral premiada a nível nacional pela Missão UP "Natal sustentável”

-CRIME (Justiça): Julgados em Maio quatro homens apanhados a falsificar notas e moedas em Braga e Vila Verde

-SAÚDE (Minho). Cardiologia de Guimarães vai ter Unidade de Diagnóstico e Intervenção Cardiovascular









Jornal O Vilaverdense