Adeptos do FC Porto provocam incidentes e estragos fora e dentro do Estádio do Braga

Adeptos do FC Porto provocaram incidentes e danos, fora e dentro do Estádio do Braga, antes, durante e depois do jogo com o Sporting Clube de Braga, tendo sido necessárias intervenções sucessivas da PSP.

Os desacatos voltaram a ser cometidos principalmente em redor da rotunda do Estádio Municipal de Braga, com a retenção de um dos adeptos dos portistas numa carrinha da Esquadra de Intervenção da PSP de Braga.

À medida que o jogo ia decorrendo, as claques do FC Porto arrancarem cadeiras que iam lançando para cima de adeptos do Sporting de Braga, causando ferimentos ligeiros, perante passividade dos spotters oriundos do Comando Metropolitano da PSP do Porto, que iam assistindo impávidos e serenos a casos com o incendiar de cadeiras, tendo que ser os assistentes da empresa de segurança 2945 a enfrentar a fúria e o descontrolo dos adeptos do Futebol Clube do Porto.

No final do jogo, a PSP colocou termo a incidentes entre grupos de adeptos do Sporting Clube de Braga e do Futebol Clube do Porto, na zona das roulottes, junto à rotunda do Estádio Municipal de Braga.
Várias equipas com viaturas do Corpo de Intervenção da PSP serenaram os ânimos e a maioria dos donos da cerca de uma dezena de roulottes estacionadas na área oeste da rotunda preferiram encerrar mais cedo do que inicialmente previsto, receando estragos e mais incidentes.

O ambiente nas bancadas foi sempre muito tenso com o constante rebentamento de petardos e os spotters da PSP do Porto viram-se na prática impotentes para controlar o uso frequente pelos adeptos de material pirotécnico e explosivo, apesar da sua grande proximidade e até as visíveis relações de confiança mútua com os adeptos portistas.

---
Redacção/ JG (CP 2015)
Ovilaverdense@gmail.com